sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

TEMPO DA ESCOLHA







Houve um tempo em minha vida, que foi o tempo da escolha,
naquela tenra idade, sem parâmetro, sem superfície,
tive que esboçar um perfil para formatar minha alma,
demarcar uma trajetória, escolher um caminho,um rumo,
tive que delinear uma personalidade para a minha existência.
Não teve jeito...fui acampar na montanha mais próxima,
fiquei mais perto das estrelas, dormi ao luar.
Pela manha, a vida se apresentou como sempre, não muito clara,
o dia chegou indistinto, em metáforas.
E distante dos meus olhos, num voo solitário, magnânimo,
suntuoso, uma águia observava serenamente o mundo.
Em contra partida, um corvo se aproximou acintosamente,
com aquela ostentação ruidosa, que lhe é peculiar.
Após um logo tempo, compreendi o sinal da vida.
Era o tempo da escolha...
O corvo tinha a homogeneidade do homem ignorante,
que necessita de plateia para viver seu dia,
vive em comunidade, e só se fortalece assim.
A águia, por analogia, comparei ao homem sábio,
necessita de solidão, inclusiva para morrer,
é raro,alguém encontrá-la morta,
morre solitária no pico mais alto e mais distante.
Daquele dia em diante, esforço-me para não perde
de vista a águia, e como ela, necessito de solidão
para viver minha vida.

Ari Mota

5 comentários:

Sonia Pallone disse...

A vida é feita de escolhas e a solidão sempre beneficia esse momento...Lindo esse texto querido Ari! Bjs.

Anita disse...

Eu também continuo fazendo escolhas,nem sempre as mais acertadas, mas tenho que continuar a procurar o melhor caminho que me vai levar lá onde não sei se um dia vou chegar.Mas sabe uma coisa, acho que o mais importante não é o destino, é o proprio caminho que percorremos.

Lara Amaral disse...

A platéia nos anima, nos dá reconhecimento, estima. Mas a verdade interior, a humildade, a reflexão, só são adquiridas mesmo com a solidão.

Lindo texto, como sempre.

Beijos.

Sonhadora disse...

Lindo texto...muito verdade
Beijos
Sonhadora

Elaine Barnes disse...

Graças a Deus que temos escolhas.
Belo texto como sempre. Maneira de se colocar brilhante. bjão