segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A AGENDA DA VIDA



Quando despertei para a vida,
imaginei que ela caberia em uma agenda,
e que era necessário só abrir a pagina do dia, e viver os afazeres.
E assim inicie minha trajetória.... e agendei o dia seguinte.
Recordo-me muito bem, achei que preciso era... somente sonhar,
e na inocência... na pureza do olhar... a preenchi para toda a minha vida.
Meu primeiro compromisso com a existência: “hoje tenho que ser feliz.”
Puro devaneio de menino... delírio de adolescente... quimera de juventude.
Agendar a vida... e ser feliz... pura fantasia, extrema utopia.
Obviamente... que em meu caminho encontrei pedras... e foram muitas,
ouve dias em que nem a agenda encontrei, a deixava pelo caminho,
os combates eram tamanhos, que a perdia pelas ruas e avenidas que passei,
não foi possível agendar absolutamente nada, corria desesperado pela vida.
Dia desses... em retrospectiva, encontrei a agenda da minha vida,
conquistei alguns sonhos, outros tantos nem sequer aproximei.
Hoje...
Na descoberta, e no alvorecer da minha plenitude,
tenho certeza que meu primeiro compromisso com a vida,
“hoje tenho que ser feliz” sustentou-me em todas as batalhas,
suportei todos os combates.
Agendei minha vida para ser feliz...
Eu e minha alma pactuamos ter esse compromisso pelo resto de nossos dias.

Ari Mota

8 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Ari

que a tua agenda, não de decepcione nunca.
Esteja sempre em dia com a vida.

Beijinhos
Sonhadora

Juliana Lira disse...

Ari

Que fascinate idéia hein? Agendar o compromisso de hoje: Ser feliz!Ah que maravilha...
Suas palavras são sempre um bálsamo para alma, tem um tom ritmado de esperança e luz, e nos impulsiona a seguir.

Lindo!

Milhões de beijos

Lara Amaral disse...

Planos numa agenda de nuvem... é assim que me sinto, como se escrevesse com a fumaça dos aviões que rodopiam fazendo graça no céu.

Boa semana, Ari =).

Denise disse...

A vida é feitas de escolhas, não é mesmo, Ari?
A gente escolhe seguir, escolhe retroceder, reavaliar e, inevitavelmente, mudar. Mas a escolha "original", essa não muda, retira do caminho o que nos impede de alcançá-la: nossos equívocos, todos os erros, os impulsos - são o combustível para mudar. A partir desse momento, estamos mais aptos a seguir e "cumprir nossa sina, a agenda".

Boa reflexão.
Beijos

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Na maioria as vezs minas escolhas foram feitas baseadas na felicidade de outros.
Demorei muito a aprender q só posso razer felicidade a alguém sendo feliz também.

beijo

Maria disse...

LINDOOOOOOOOOO E EMOCIONANTE. CONTINUE ME AJUDANDO, " AMIGO". ABRAÇOS.

O Profeta disse...

Chove bem no meio do mar
São de fogo as manhãs na ilha
A seda púrpura é lençol de amantes
Os olhos roubam a virtude à maravilha

Enchi a taça com absinto
Ergui o braço, toquei uma nuvem carmim
Ensaiei um passo de dança
Senti que os pássaros riam de mim

Senti o resto da geada em descalços pés
Calei minha viola de dois corações
Deixei entrar no peito o tamborilar de perdidas gotas
Senti o sabor sal das minhas emoções


Convido-te a partilhar a outra metade


abraço

Elzenir disse...

A felicidade é uma conquista diária e acho que devemos buscá-la mesmo nos momentos tristes, pois a vida é o conjunto de tudo, todos os sentimentos. Bjs mil!!