sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

SUPERAR













Há em você um corpo e uma alma, zele por eles com toda a intensidade.
Se fores exercitar em uma academia, o faça com desvelo, cuide-se,
como não temos uma para a alma, sugiro que a leve para o silêncio,
acredito ser o melhor lugar para resguardar tamanho tesouro.
O corpo e a alma, operam simultaneamente em nossa existência, é a nossa vida.
Em 1984, nas olimpíadas de Los Angeles, a maratonista Gabriela Andersen,
deu-nos exemplo disso, ela detinha a sintonia entre corpo e alma,
em um dado momento da corrida, o corpo esmoreceu, foi ficando pelo caminho,
seu corpo subjugou-se ao calor, sua perna direita endureceu, não suportava mais,
e como se não bastasse seu braço esquerdo pendia molemente ao seu lado.
Os espectadores e eu ficamos perplexo, o corpo pedira ajuda a alma,
vimos com regozijo um socorrer o outro, a alma carregou o corpo até o final.
Ela certamente não venceu a corrida, mais bravamente chegou... foi mais que uma vitória.
Portando para superarmos as adversidades de nossos dias, do nosso cotidiano,
os combates que travamos, nossos recomeços, nossas derrotas e vitórias,
temos que sistemicamente manter corpo e alma, um amando o outro, eternamente.
Temos que alimentá-los substancialmente, em essência e desejos.
Exercite seu corpo, mantenha sua alma em silêncio, um sempre ajudará o outro.
E você irá superar os obstáculos que a vida vai lhe impor.
Supere... de corpo e alma.
Verás que entre querer e o limite, existe uma fronteira tênue entre corpo e alma.
Superar... não é só vencer... é estar em todos os combates... é existir.

Ari Mota

8 comentários:

Everson Russo disse...

Obrigado amigo pela visita, um feliz ano novo cheio de paz, sucesso, realizações e muita harmonia a voce e toda sua familia...abraços.

Tânia Marques disse...

Lindo o seu blog também! Parabéns! Vou colocar o seu blog nos meus interessantes na barra lateral dele. Grande beijo.

paula barros disse...

A busca do equilibrio entre o corpo e a alma tem sido meu objetivo de vida. Mesmo quando não não consigo, não deixo de buscar essa vitória.

abraço

Marcello disse...

Ari.

Belas palavras como sempre.

Espero que tenha passado o ano novo bem.

O equilíbrio entre corpo e alma é uma batalha diária.

Faço minhas as palavras da Paula Barros...

Abraços.

Lara Amaral disse...

Que incrível esse exemplo de superação.

Fez-me lembrar de uma matéria que vi na tv há algum tempo sobre um pai que carregava o filho deficiente para provas físicas, como o Iron Man, só para alegrar o filho. Uma das coisas mais lindas que já vi.

Kelly disse...

acabo de conhecer seu blog e adorei , parabéns, sempre estarei aqui te acompanhando

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Ari,

Não poderia ser melhor este seu texto... É lindo e perfeito.

Beijos,
Ana Lúcia.

Nara Sales disse...

Uau! Que bela vencedora. Hoje, mais do que nunca, meu corpo e alma dançam em sintonia com a esperança.

Ari, quando venho ler você, venho com tanta calma, eu mastigo cada palavra sua e ao final de um texto, eu fico perplexa como todas as vezes.
Um abraço, Ari. Feliz 2010!