segunda-feira, 19 de abril de 2010

SEJA HOJE


Reaja aos percalços da vida sem enfurecer.
Suporte o peso, carregue os fardos, enfrente a estrada,
bata a poeira e prossiga.
O existir não passa de uma viagem inexplicável,
indefinível, fugaz.
Terás que parar para abastecer de viveres,
de coisas e de amores,
o faça em silencio e continue.
Haverás noites de temporal, frias, de imensa inquietude,
intermináveis, e de infinita solidão.
E pelo caminho... uns o criticarão, por você ser você,
outros o aplaudirão por não conseguir ser o que és.
Nestas paradas obrigatórias da vida,
irá deparar com a complexidade humana,
verás as adversidades, as diferenças,
o justo, e quanto perverso são alguns.
Terás que partir, ou ver alguém o deixando,
e às vezes não dará tempo de dizer adeus.
Reaja a rudeza do cotidiano sem enfurecer.
Esta é uma das tantas viagens que fará em suas vidas,
e passará por elas tantas vezes necessário for,
serão vidas de crescimento, aperfeiçoamento,
sua alma será eternamente um aprendiz.
Saiba... terás outras vidas depois do fim.
Reaja ao seu dia com um sorriso,
brinque com suas lagrimas,
dance com seus medos,
abrace suas angustias,
acarinhe suas incertezas.
Ame a alegria, não espere o amanhã
ou quando tudo mudar,
para convidar a felicidade, a entrar em sua alma.
Às vezes... pode não dar tempo de ser feliz.
Seja hoje...

Ari Mota

8 comentários:

Denise disse...

Ari, te aplaudo em pé!!!

Muito lindo! tocante como foi desenhando nossas fraquezas, nos lembrando que existe o outro lado da vida...obrigada pelo puxão de orelha!

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

É, Ari...as vezes nos procupamos tamto, mas tanto, que esquecemos de vivar!

Bom puxão de orelha pra mim!

Beijo

=)

LuH disse...

Ari, que alma linda vc tem!
Acompanhar sua leitura da vida, do mundo, nos deixa extasiados, felizes...
Que dom maravilhoso!!
Nem te conhecenho, mas vc, através das suas obras, faz com que pareçamos bons e velhos amigos.
Adorei tudo, o trabalho gráfico combinando perfeitamente com as letras. E que letras, hein!! Como bailam...
Tanta claridade, luz, encanto!! Qta sensibilidade! Eu e minha filha somos assíduas aqui no seu cantinho.

Parabéns!!

Abç

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Ari!!

E se houver um precipício interrompendo o seu caminho, entre uma montanha e outra, faça de sua cruz a sua ponte para ir ao outro lado, dando continuidade a ele. Lembro-me vagamente, mas acredito que seja uma parábola da Bíblia.

Parabéns, como sempre!! Gostei muito.

Beijos,

Canduxa disse...

Oh Ari, é isso mesmo

"..pode não dar tempo de ser feliz"

é o mais importante na nossa vida e tantas vezes se desperdiçam momentos únicos e maravilhosos porque sentimos e vivemos demasiado as injustiças, as angústias, os medos e as incertezas.
Uma nova vida teremos de viver e se agora a pudermos tornar mais leve com o nosso aprendizado diário, daremos um grande passo na nossa evolução espiritual.

Deixo-te um abraço com muita luz e peço desculpa pelas ausências…

orvalho do ceu disse...

Oi, HOJE quero passar pra lhe enviar flores, sorrisos e abraços.
Ótimo feriado!
Bjs também...

Ana Lúcia Porto disse...

Ari,

Que bom que passou por lá, em meu canto. Fiquei contente.

Adoro os seus textos. É difícil acontecer d`eu não ir de encontro na totalidade deles. Você possui riqueza espiritual e a passa com uma serenidade de quem enxerga a vida com retidão.

Bom feriado...

Beijos e obrigada por essa oportunidade,

Kyria disse...

Muito lindo, muito intenso, cheio de emoção, cheio de verdades, cheio de alertas.
Meu coração ficou aflito, ficou tranquilo, ficou feliz, triste, pensativo e radiante.
Parabéns pelo dom com as palavras que traduzem com exatidão os infinitos momentos que todos vivemos, bjs