quarta-feira, 2 de junho de 2010

SEMEAR



Se durante o caminho não conseguir semear,
não destrua outros plantios.
Se plantar cuide até a colheita,
mas, não compare a sua semente, com as dos outros.
Se, contudo os temporais destruírem o seu trabalho,
arrasar todos os sonhos, todas as sementes do existir,
lavre novamente a terra onde pisas,
semeei ali esperanças,
reinvente o caminhar.
Se durante a sua apresentação no palco da vida,
pedirem ajuda... estenda a mão,
mas dê o que podes,
sem culpa, sem censura, sem pieguice,
não simule ajuda com as coisas dos outros,
se não tens,
não dê o que não é seu.
Se durante a sua permanência, carecer de sua atuação,
não dissimule o que não és,
o que não faz,
semeei verdades.
Se durante a sua passagem, reclamar afeto,
abra a sua alma,
ame com toda a intensidade,
semeei delicadeza.
Se durante a sua vida... a vida lhe cobrar emoção,
semeei risos, abraços,
derrame sobre outras almas... alegria,
semeei amor,
por toda a vida.

Ari Mota

4 comentários:

Denise disse...

Muitas vezes a gente compara as sementes - se até as mãos que as espalham são diferentes...

Os temporais podem lavar a terra sem, contudo, arrastar a semente - se ela estiver presa já por fortes raízes...

O melhor "adubo" para o plantio é feito de algumas misturas bem conhecidas: muito amor, uma pitada generosa de ternura, rios de ternura, alguns afagos, fartos abraços, sem esquecer da tolerância, gratidão, perdão, fé, alegria e muita disposição para cuidar bem até a "colheita"...quando somos jovens, parece difícil, mas a maturidade mostra onde houve falhas - e todos as temos como exemplo - e de que maneira pode-se corrigir..."solo"? semente? "adubo"?

Perdoe Ari, teu texto (muito profundo, como sempre) me fez refletir...me estendi.

Beijos, amigo Fabuloso!

Marcello disse...

Caro poeta.

Cada texto teu é uma viagem à nossa consciência, teus versos refletem o que tens na alma....

Se todos fizessem 10% do que escreves aqui, o planeta teria uma vibração melhor.

Grande abraço, sou teu admirador como poeta e muito mais como ser humano.

Lara Amaral disse...

Passando para te ler e te deixar um abraço afetuoso.

Até!

orvalho do ceu disse...

Olá,
Também procuro repartir o que recebo... o meu Pastor só me ama e me providencia TUDO que me falta... logo: dou o AMOR que d'Ele recebo... como posso... com toda a força do meu coração amante...
Abraços fraternos