quarta-feira, 23 de junho de 2010

PERSPECTIVA



Que em vez de olhar em retrospectiva o que viveu,
possa em perspectiva ter um olhar ao que ainda viverá.
Ao que ainda poderá em chance esculpir, criar, desenvolver,
ao que ainda terá que construir pelos caminhos da vida,
ao que sua imensa capacidade de resiliência suportar.
Que o desalento não envolva o seu existir,
nem sua infinita procura pelo recomeço, pelo resistir,
nem atropele o seu permanecer, ou ofusque o seu percorrer.
Que em perspectiva possa conjecturar a esperança,
e agendar para os próximos anos, pelo menos... ser feliz.
Não deixar pela estrada fragmentos da alma,
nem em descaso... o pranto do medo, da inquietação,
do olhar em desespero, em vazios... ao acaso.
Que saiba suportar a solidez da solidão,
e o silencio em gritos... dos que partem, sem dizer adeus.
Que em perspectiva possa esculpir um riso resoluto,
um criar despretensioso, sem a avidez do lucro,
sem o despertar da voracidade do poder.
Que em perspectiva projete para o seu andar,
a singeleza do afago, do carinho sem permuta,
do abraço ingênuo, do toque sincero, do beijo sem culpa.
Que nunca perca o desabrochar do riso, e a sutileza da graça,
que ao agendar a vida para os próximos anos,
agregue aos sentimentos... uma intensidade maior de amor,
e faça dos sonhos perspectivas para a continuidade,
do existir... um transitar lúdico,
uma comemoração sem igual.
Exista por amor.

Ari Mota

4 comentários:

Bruno disse...

Caro Amigo, Poeta e Pai.
Cada vez mais me encanto com o exercício da tua arte.
Parabéns … carinhosos Beijos..!!
Bruno Mota

Marilu disse...

Meu querido Poeta Ari, ler seus textos é ser transportadora para um mundo irreal, viajar no tempo para algum lugar onde exista o amor.Linda música...Beijocas

Denise disse...

Ari, existir por amor, sabendo suportar a solidez da solidão, o silêncio em gritos dos que partem, sem dizer adeus foi uma das coisas mais "fortes" que já encontrei aqui. Redundância falar no encanto que teu estilo desperta - a alma da gente!

Incomparável. Belo este outro tesouro que divide conosco!

Beijos

Marilu disse...

Querido amigo Ari, tenha um lindo final de semana...Beijocas