sábado, 15 de maio de 2010

A VONTADE DE SER ALGUÉM


Se tirarem de você o chão... faça dos braços asas,
dos pés uma alavanca... salte sobre o abismo do medo,
só assim saberá o sabor do salto, a vertigem da queda
ou a delicia do vôo.
Levante acampamento, quando sentir acuado pelas incertezas,
não será fuga, mas estratégia... não estarás correndo da luta,
mas preparando-se para ela.
Se tirarem de você a esperança... faça da alma um refugio,
do silencio uma doutrina... salte sobre o vazio do medo,
só assim conhecerá outros atalhos, viverás outros caminhos,
ou reinventará outros sonhos.
Isole-se vez por outra, caminhe só, conte estrelas,
não será solidão, mas um retiro... não estarás correndo da vida,
mas reestruturando a volta.
Se tirarem de você, coisas... faça do trabalho um recomeço,
da reconstrução um paradigma... salte sobre as lacunas do medo,
só assim reedificará seu espaço, definirá seus limites,
ou dimensionará sua força.
Se tirarem de você o brilho... a vontade que tens de ser alguém,
salte sobre o mundo, sobre você mesmo,
reinvente o seu existir,
faça uma nova trajetória,
uma nova reengenharia da alma,
redimensione seus amores, seus afetos,
redescubra novos sentimentos,
e ame em demasia a vida.
Aqui ela é única, e você precisa vive-la com
amor.

Ari Mota

5 comentários:

Denise disse...

O medo, opositor natural do amor. Superá-lo é ultrapassar o abismo que recolhe os escombros que ficam entulhados sempre que o vencemos. Que fique cheio de vida nova esse vazio!!

Adoro essa música do O. Montenegro, ari...ela fecha com chave de ouro tuas palavras de força, garra e superação!

Beijos

Elaine Barnes disse...

A vida é um eterno reconstruir até encontrarmos a fé verdadeira.No entando,caimos, levantamos,recomeçamos o tempo todo quando queremos verdadeiramente crescer e superar.
Amo Oswaldo Montenegro e tenho qse todos os cds dele. Montão de bjs e abraços

Livinha disse...

Lindo!!!
Talvez você tenha sido enviado pelos anjos, para a mim, trazer até aqui.
Talvez palavras tenham sido destinadas para mim, como para tantos sis, que por ora da vida descrer.
Por isto eu tenho que dizer, valeu a pena, palavras tão plenas de incentivo a alma que vale sim tanto mais, jogar os ais para cima e pagar pra ver.
Teu perfil e tua postagem me tocaram tão intimamente que sinto haver rejuvenescido meu espírito, intuindo minha'lma para prosseguir nos passos que outrora um contrato assinei, ante meu retorno a pátria.
Obrigado e parabéns por esta sensibilidade tão em boa hora a mim chegada.

Linda semana pra ti
Bjs
Livinha

Canduxa disse...

Meu querido amigo de caminhada,

Que possso dizer para além do que já disseste?
O que a experiência me diz... é preciso agir quando os obstáculos nos surgem, ficar parado a sentir a dor não nos leva a nada nenhum. Sermos vítimas da vida e de nós próprios atira-nos para a solidão e para o sofrimento.
Todo o ser humano é dotado de uma força enorme, de um coração cheio de amor e de grande capacidade de transmutar o sofrimento em alegria.
Só conscientes do tesouro que existe dentro de nós, conseguimos lutar por nossos sonhos e SER ALGUEM.

meu abraço de luz e carinho

canduxa

LuH disse...

Ari...

Vc é um tradutor ímpar de almas...
Tão tua, tão nossas...
Sua arte me enche de leveza e suavidade. É um frescor para nosso peito...

Me encantei co tudo que disseste:

"...reinvente o seu existir,
faça uma nova trajetória,
uma nova reengenharia da alma,
redimensione seus amores, seus afetos,
redescubra novos sentimentos,
e ame em demasia a vida.
Aqui ela é única, e você precisa vive-la com
amor."

Nas nossas vidas, pequenas e grandes mortes virão...
Morrendo para dar lugar ao novo, os outros encantamentos, as novas formas de reinventar-se.
Somos cheios de truques!
Somos inventores!
Debandes permanentes

E a vida corre. Contrates!

Abç