terça-feira, 20 de setembro de 2011

A AUSÊNCIA DO SONHO DEGENERA A ALMA


Se fores acometido por um vazio estranho,
e uma desorientação invadir o seu existir...
E perdido achar que lhe subtraíram o tempo, o espaço,
e depois... não encontrar o horizonte e dele se distanciar.
E como se não bastasse romper de dentro uma estreiteza,
uma irritabilidade permanente, quase não agüentar,
e um desespero aflitivo, uma impaciência sem igual,
fazer tudo tornar-se tormento, um infinito temporal.
Saiba, não é ausência de fé... mas de sonho.
E entre eles... existe um abismo que os separam.
A fé não traduz a sua absoluta verdade, nem sua essência,
apenas e tão somente... uma crença,
em outros princípios que não são os seus.
Sonhar... é com se retirasse da alma a robustez da vida,
a energia que manifesta, que libera a consciência,
a coragem de não interromper o caminho.
Sonhar... é querer ter coisas,
sem ficar aprisionado na materialidade delas,
ter êxito sem escravizar-se aos títulos,
nem exibir-se com as honrarias.
Sonhar... vez por outra, aperta o peito, em solidão,
nas madrugadas, e sempre... morre-se de medo, de frio,
querendo um colo, um afago,
sentindo a brandura da carne, a morbidez da noite,
e o andar sozinho.
Sonhe... todas as fantasias, até as impossíveis,
não fique sentado na calçada do seu mundo,
esperando ao acaso, o destino lhe ofertar a sorte,
nem o trem do sucesso, parar para você subir.
Fundamental é exercitar os sonhos, se sacudir.
Só ele, manterá a sua originalidade,
o fará renascer a todo instante,  
e não morrer fragmentado de outros.
Quem sonha retarda a dor,
reconstrói as emoções, aprimora os desejos.
Talvez, falta-lhe... sonhar em demasia,
quem incorpora o sonho aos seus caprichos,
está... a um passo das suas conquistas.
Não espere... salte profundo nos seus ensejos,
a ausência do sonho degenera a alma,
desconstrói o amor.

Ari Mota

2 comentários:

Denise disse...

Faz-se necessário reinventar-se a cada instante em que se perde ou se desperdiça vida.
Sonhar é a melhor forma de realizar - tudo começa na intenção, no desejo, no querer.

Como é costume por aqui, reflexão profunda - e bela!

Beijos, meu [grande] amigo!

Sandra Portugal disse...

Essa postagem bateu fundo em minha´lma, pois sempre fui sonhadora e vivi da conquista desses sonhos por toda a minha vida! Ultimamente está cada dia mais difícil conquistar os sonhos! São impossíveis? Estarão grandes demais? Estão difíceis mesmo?
Confio, sou resiliente, e não desisto de sonhar.
Mas confesso estar mais conformada, celebrando mais pequenas conquistas do que grandes realizações.
Belissimo texto
Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//