domingo, 23 de janeiro de 2011

ENTREGADOR DE CORAGEM

Já andei em desespero, sangrei de medo,
chorei em noites de solidão,
fiquei no abandono em madrugadas frias,
errei caminhos,
perdi-me em desertos,
tremi sozinho em aflição.
Sobrevivi ao desamparo, escapei da culpa,
supri todos os vazios da alma
repus todas as ausências,
sequei todas as lagrimas,
fiz da minha vida... calma.
Hoje... em tudo isso, e depois de tudo...
aprendi a não desistir, tento sempre,
e sempre mais um pouco... agarro-me em cada esperança,
renovo todos os meus sonhos,
alço sempre novos vôos em perseverança.
Mas... se por ventura...
os ventos da incerteza vierem acompanhados de duvidas, feito ventania,
posso sufocar com risos, seus soluços... todos os dias,
e em vertigem colocar alegria na sua dor.
Posso lhe dar colo, afogo, acarinhar sua face,
partilhar todo o meu amor.
Mas... Se, contudo entre nós existir estradas,
um horizonte que nos separa,
uma infinita distancia que nos desampara:
Não se desespere, entregarei tudo que sinto,
porque tudo...  transcende o tempo, o longo caminho,
e continuarei olhando para você com todo o carinho.
Se o destino interromper sua jornada,
e necessitar de abrigo em sua viagem,
ofereço-lhe minha alma,
vou a sua busca
entregar
coragem.

Ari Mota

6 comentários:

Nara Sales disse...

"Mas... se por ventura...
os ventos da incerteza vierem acompanhados de duvidas, feito ventania,
posso sufocar com risos, seus soluços... todos os dias,
e em vertigem colocar alegria na sua dor."
Você sempre coloca um sorriso em meus lábios. Você transmite serenidade como ninguém mais.

CARLA STOPA disse...

Bom estar aqui...Passa no Escrevência.

Canduxa disse...

Querido poeta irmão,

nessa paz, nessa oferta de sorrisos aprendidos mergulhamos à procura dessa alma doce, pura e liberta.
A nossa viagem é uma aprendizagem diária e sabemos que uma vez iniciada não podemos desistir.
...encontramo-nos lá, onde não há tempo nem espaço e onde os sorrisos são raios de sol.
Deixo o meu abraço amigo, eterno e cheio de luz.

canduxa

eleteconvida. disse...

Olá.
Gostei muito da postagem, achei muito interessante e bonita. Bom saber que ainda existem blogs como este. Continue assim,se puder passa no meu blog e retribui.
http://eleteconvida.blogspot.com

Denise disse...

Desnecessário dizer que a intensidade de tuas palavras calam na alma da gente, Ari. Outro texto belo.

O importante é não desistir - também aprendi.
Um abraço e meu carinho.

Marcello disse...

Nunca desistir....