domingo, 29 de abril de 2012

ALMAS LIVRES


Existir é assim... um dia você descobre...
que é preciso desatar os nós, despregar os medos,
romper os rótulos, rebentar os lacres, alterar as formulas,
e livre... redescobrir os vôos, e enfrentar os ventos.
Ser livre é mais que uma ousadia...
é mais que um transformar, é mais que um redescobrir-se,
ser livre é uma imersão em si mesmo,
é libertar todas as almas... em encantamentos.
E livre mesmo... fiquei, quando desavistei os outros,
os deixei seguir em silêncio e sozinhos.
Livre mesmo... foi quando os perdi de vista,
os deixei com suas escolhas, dobrando as esquinas do destino,
descobrindo seus caminhos.
Livre mesmo... fiquei quando o meu foco... foi para dentro,
passei a olhar para mim,
e desapeguei-me... do que não era meu.
Livre mesmo... foi quando passei a sorrir,
sem precisar olhar no espelho, e dizer que estava feliz.
Livre... foi quando descobri que embora não tendo nada,
tinha todos os sonhos do mundo.
Livre mesmo... foi quando virei silêncio,
e manso passei a olhar sem culpa, e ver sem condenar.
Hoje... envelhecido, sou todo livre...
E a todos e a mim mesmo:
Prontifico-me nas decolagens, e abraço forte nas aterrissagens.
Existir... viver, não passa de um risco, de um talvez,
aprendi não aprisionar ninguém, que queira em vôo livre...
levantar.
Somente consegui libertar minha própria alma,
quando as outras... também as deixei livres,
para amar.
Livre mesmo... fiquei quando, com todo o destemor,
olhei para todas as almas, sem repreendê-las, e com afago,
e de todos os sentimentos... só de um fiquei refém:
o amor.

Ari Mota

4 comentários:

Cores da Vida... disse...

Meu QUERIDO amigo,
Ari, o Poeta das ricas linhas de alma...,

Que grande verdade essa de definir a liberdade. Mas, quão difícil é chegar a ser livre. Um dia, quem sabe, serei todas essas palavras que li nessa sua alma, aqui. Você me é exemplo, não me cansarei de dizer...

"...ser livre é uma imersão em si mesmo..." Perfeito...!!

Beijos e que maturidade linda de se conhecer, essa sua. Sempre lhe adoro.

Beijos de coração,

Marilu disse...

Querido amigo e poeta, libertar sua própria alma é um feito mágico, mas tornar-se refém do amor é lindo. Beijocas

Dulce Braz disse...

Ter todos os sonhos do mundo... e ser refém do amor! Ah, isso eu quero também...

Muito bom ler seus textos!
Abraço!
Dulce Braz.

Mônica Maria disse...

Por vezes somos presenteados pelo acaso, nos deparamos com tesouros e presentes, melhor ainda, com surpresas... surpreender-se é deixar-se viver... que maravilhosa a sua arte, que tecelão é você?! Admirável... resiliência da alma, está mais fácil perceber lendo a sua! Obrigada!